NOTÍCIAS
22/02/2014 20:12 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:13 -02

Clássico entre São Paulo e Santos apresenta equipes em situações diferentes

Estadão Conteúdo

São Paulo e Santos se enfrentam neste domingo, às 16h, pelo Campeonato Paulista, no tradicional "SanSão". O jogo, maior do final de semana, será o embate de duas equipes em situações diferentes.

O São Paulo, que tem 14 pontos e é o segundo colocado do grupo A do Paulistão -- atrás do Penapolense. O time comandado por Muricy Ramalho tenta deixar a má fase e aposta no atacante Alexandre Pato para recuperar o moral diante dos adversários. No treino da última sexta-feira, Pato demonstrou habilidade em algumas jogadas.

O técnico Muricy Ramalho acredita que o clássico será menos intenso do que Corinthians e Palmeiras porque as duas equipes jogaram na última quinta-feira (20):

"Sou a favor de deixar os caras treinando uma semana para ter a intensidade que o clássico merece, como foi o Corinthians e Palmeiras. Os times deveriam ter tempo para se preparar e oferecer um espetáculo", disse Muricy, que fez uma projeção do que esperar do confronto de domingo com o Santos. "Deve ser aberto pelos dois times, que jogam com três atacantes, e pelo Morumbi, que é um campo grande e não deixa os times se fecharem."

Do outro lado, o Santos chega como líder do grupo C, com 22 pontos e tem em Leandro Damião o ponto forte do ataque. O jogador que chegou ao Peixe para sanar a falta por um goleador ainda não foi completamente aprovado pela comissão técnica. Após ter marcado seu primeiro gol na partida de quinta-feira (20) contra o Atlético Sorocaba, o técnico Oswaldo Oliveira afirmou que o jogador não fez mais que a sua obrigação.

A partida entre São Paulo e Santos acontece neste domingo, às 16h, no Morumbi.

Eleições nos EUA
As últimas pesquisas, notícias e análises sobre a disputa presidencial em 2020, pela equipe do HuffPost