ENTRETENIMENTO
29/06/2015 16:51 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:34 -02

Zeca Camargo tenta consertar deslize com fãs de Cristiano Araújo, mas só piora a situação (VÍDEO)

Neste último domingo (28), o jornalista Zeca Camargocausou o maior rebuliço nas redes sociais ao comparar, em uma crônica exibida no Jornal das Dez, da Globo News, a morte do cantor sertanejo Cristiano Araújo à febre dos livros para colorir.

Basicamente, Camargo sugere que a enorme comoção causada pela morte do cantor vem de uma suposta falta de cultura de milhões de brasileiros, e que muitas das lamentações pela tragédia não são de fãs de verdade, mas de pessoas em busca de algum motivo para lamentar. Segundo ele, essa reação coletiva é uma "catarse".

Na tarde desta segunda-feira (29), no Vídeo Show, da Globo, o jornalista quis se redimir. Mas só fez piorar sua situação embaraçosa.

"Eu queria, talvez, me desculpar com quem talvez tenha entendido mal esse texto", diz ele, após chamar o cantor de "Cristiano Ronaldo", como você pode ver no vídeo acima.

Em seu blog no G1, Camargo escreveu: "Como a dor é muito grande, [a "catarse"] não se esgota com os ritos fúnebres do cantor. Curiosamente, porém, no lugar de migrar para assuntos realmente relevantes ligados ao fato cruel de sua morte, desembocam nessa histérica manifestação coletiva contra uma figura conhecida".

No fim, só acabou tornando seu posicionamento mais confuso e subjetivo.

VEJA TAMBÉM:

Eleições nos EUA
As últimas pesquisas, notícias e análises sobre a disputa presidencial em 2020, pela equipe do HuffPost