NOTÍCIAS
03/03/2020 19:11 -03

Brasil vai colocar os EUA em lista de origem para casos suspeitos de coronavírus

São 488 casos suspeitos em território brasileiro. Ainda são, porém, apenas duas as infecções confirmadas.

Samara Heisz via Getty Images
No mundo, já são quase 90 mil casos confirmados, com pouco mais de 3.000 mortes em decorrência da doença.

O número de casos suspeitos de coronavírus no Brasil avançou para 488, informou o Ministério da Saúde nesta terça-feira, notando um crescimento de 55 em relação à véspera.

Ainda são, porém, apenas duas as infecções confirmadas. Além disso, 240 casos que chegaram a ser considerados suspeitos foram descartados.

O Estado de São Paulo continua na liderança do ranking de casos suspeitos, com 130 (além de contar com os dois confirmados), seguido por Rio Grande do Sul (82), Rio de Janeiro (62) e Minas Gerais (58).

Acre, Amapá, Tocantins e Roraima seguem como os únicos Estados que ainda não registraram suspeitas.

No mundo, já são quase 90 mil casos confirmados, com pouco mais de 3.000 mortes em decorrência da doença.

EUA

Considerando o número “grande” de países com circulação local do vírus, o Ministério da Saúde anunciou também que vai alterar a lista de nações vistas como possíveis origens de casos suspeitos, passando a incluir os Estados Unidos.

Com isso, pessoas provenientes dos EUA que apresentarem sintomas da doença passarão a ser enquadradas como casos suspeitos. O país norte-americano já registrou nove mortes pelo novo coronavírus.

Mesmo assim, o secretário-executivo da pasta, João Gabbardo dos Reis, aproveitou entrevista coletiva nesta terça-feira para minimizar os números estatísticos, afirmando que “nós não vamos ficar contando casos eternamente”.

“Nós já temos a convicção de que o vírus está circulando, e a partir de agora cada vez mais nós vamos nos preocupar com a questão da assistência”, afirmou Gabbardo.

“A questão estatística agora deixa de ter importância. O que passa a ser mais importante para nós é o cuidado com a prevenção”, acrescentou o secretário.

Eleições nos EUA
As últimas pesquisas, notícias e análises sobre a disputa presidencial em 2020, pela equipe do HuffPost