ENTRETENIMENTO
03/06/2020 04:00 -03

5 distopias que mais parecem o mundo real de 2020

Conflitos generalizados, repressão, miséria, pandemia... Este ano parece ter saído direto de uma obra de ficção.

Uma pandemia que já vitimou mais de 380 mil pessoas no mundo todo, protestos violentos contra o racismo nos Estados Unidos, refugiados tratados como lixo em diversas partes do globo, governos que flertam com o rompimento da democracia, economia em colapso, crescimento da miséria, da fome... Parece que 2020 sai direto de uma distopia.

Duvida? Pois aqui vão 5 distopias que são assustadoramente parecidas com o que estamos vivendo na realidade hoje mesmo:

Filhos da Esperança (2006) 

Divulgação

Em um mundo assolado pela miséria e caos depois que os seres humanos perderam a capacidade de procriar, governos autoritários tratam imigrantes como animais. Tirando a parte da procriação, em que essa realidade ficcional de 2027 se difere da nossa de agora, em 2020?   

Sinopse:  Por um motivo ainda desconhecido, em 2009, as mulheres perdem a capacidade de engravidar. Em 2027, em meio a comoção pela morte do argentino Diego, mais conhecido como Bebê Diego (o ser humano mais jovem da Terra), o jornalista Theodore Faron (Clive Owen) é procurado por sua ex-esposa, a ativista Julian (Julianne Moore), que pede ajuda a ele para transportar uma jovem grávida para um local seguro, onde cientistas possam ajudá-la e desenvolver uma cura para o mal que pode extinguir a humanidade.

Onde ver: Netflix / Google Play e iTunes (para alugar).

Laranja Mecânica (1971)

Divulgação

Gangues violentas bebem leite batizado e tocam o terror em um mundo sem futuro para as novas gerações. Isso é um documentário?

Sinopse: Em um futuro próximo, o jovem Alex (Malcolm McDowell) lidera uma gangue de arruaceiros que rouba, estupra e mata pessoas sem a menor culpa. Traído por seus companheiros e posteriormente preso, ele é forçado a participar de um programa de ressocialização que o faz ter crises fortes de náusea quando é exposto a qualquer tipo de violência.

Onde ver: HBO GO / Looke, Google Play e Microsoft Store (para alugar).

Brazil, o Filme (1985)

Divulgação

Não, o filme não se passa no Brasil. O nome faz alusão à música Aquarela do Brasil, que o protagonista escuta quando sonha acordado por um mundo livre da opressão. Mas bem que a sociedade atolada na burocracia e repressão de um governo despótico não está muito longe de nossa realidade hoje.

Sinopse: Sam Lowry (Jonathan Pryce) é um simples burocrata que trabalha em uma sociedade controlada com mão de ferro por Estado totalitário até que se apaixona por uma misteriosa rebelde, e acaba, mesmo que sem querer, sendo perseguido como terrorista.

Onde ver: Amazon Prime e Telecine Play.

Ao Cair da Noite (2017)

Divulgação

Por conta de uma pandemia devastadora, pessoas vivem isoladas em suas casas e com medo de qualquer contato com outros seres humanos. Sim, esse é o enredo do filme, não o resumo de 2020.

Sinopse: Uma desconhecida e mortal doença atingiu os Estados Unidos, fazendo milhões de vítimas. Nesse ambiente hostil, Paul (Joel Edgerton) vive com sua esposa e o filho isolados em uma casa no meio do mato. Até que um invasor aparece. Paul domina o homem, que afirma ser apenas um pai de família desesperado. Ele acaba convencendo Paul a libertá-lo e dar refúgio a ele e sua esposa e filha, mas, aos poucos, o clima de paranóia vai aumentando e Paul está disposto a fazer qualquer coisa para proteger sua família.

Onde ver: Netflix / Google Play e iTunes (para alugar).

No Mundo de 2020 (1973)

Divulgação

O título original desse filme de 1973 é Soylent Green, mas, curiosamente, foi rebatizado no Brasil de No Mundo de 2020. Um daqueles casos de previsão do futuro estilo Simpsons.

Sinopse: Em em Nova York superlotada com 40 milhões de habitantes, a maioria das pessoas vive abaixo da linha da pobreza. Com a água e comida escassas, apenas uma pequena elite pode-se se dar ao luxo de tomar banho e se alimentar com comida de verdade. O resto da população te de se contentar em sobreviver a base de uma ração chamada Soylent. É nessa realidade que o detetive Robert Thorn (Charlton Heston) investiga um misterioso caso de assassinato de um mulher da alta sociedade.

Onde ver: iTunes (para alugar).

Eleições nos EUA
As últimas pesquisas, notícias e análises sobre a disputa presidencial em 2020, pela equipe do HuffPost